Enviar por Email Enviar por e-mail

http://gruas.usabiaga.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/delicious_32.png http://gruas.usabiaga.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/technorati_32.png http://gruas.usabiaga.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/google_32.png http://gruas.usabiaga.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/myspace_32.png http://gruas.usabiaga.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/facebook_32.png http://gruas.usabiaga.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/yahoobuzz_32.png http://gruas.usabiaga.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/twitter_32.png http://gruas.usabiaga.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/meneame_32.png

Liebherr 11350: Concluído remoção da Arena Buesa cúpula.

Liebherr Guindastes 11350 Desmontagem Usabiaga dome
Tempo de execução
01:06
Visualizações
862
Ver Vídeo

Ver Vídeo

Após a transferência e operação bem sucedida pcolocación, concluímos a remoção complicada da cúpula da Buesa Arena. A colocação da nova cúpula está prevista para 02 de agosto.

A operação mais delicada do trabalho de expansão de Fernando Buesa Arena foi a retirada do esqueleto da cúpula, a partir de seu local atual para a estrutura de estacionamento construída na parte externa dos comércios. A natureza desse movimento é uma "altamente técnico", conforme declarado pelo Conselho Provincial de Alava em um comunicado.

Esta grua, que tem um braço comprimento de 120 metros, operando a uma altura de 70 metros e é capaz de levantar 1.600 toneladas de peso, e é montada sobre uma plataforma no estacionamento Arena Fernando Buesa. Na operação, a grua vai levantar o domo do pavilhão, que pesa cerca de 200 toneladas.

A operação de transferência consiste em três fases. Na primeira, a retirada da cúpula, para posarla no chão. A segunda fase do guindaste para movê-lo mais perto do novo local da cúpula. Finalmente, o guindaste até a estrutura do solo para posarla sobre os pilares, onde vive a partir daquele momento.

O conselho do condado explicou que a transferência da cúpula é o movimento "mais sensível" para toda a reforma, o que requer não só uma delicadeza extrema, mas as condições climáticas são adequadas, com uma total ausência de vento. Portanto, a UTE Buesa Arena está a coordenar o dispositivo de segurança com o Serviço de Protecção Civil de Vitória e Gestão de Emergências do Governo basco. O plano prevê não só as condições para a operação em si, mas também todas as medidas necessárias para prevenir riscos para ambas as pessoas que irão atuar no trabalho, como às instalações e ao público que provavelmente vem para ver o operação.

Fonte: E

Comentários não são permitidas para este conteúdo.